terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Guarani e Kaiowá: pelo direito de viver no Tekohá

30/01/2018                         13:40




Por; Sanders Barbosa








Em 2017, a Declaração da ONU sobre os Direitos dos Povos Indígenas completou 10 anos.

Este marco relembra a importância dos povos indígenas na formação e riqueza da sociedade e como eles são ameaçados.

No Brasil, no ano de 1500, a população de indígenas era de 8 milhões; hoje, em 2017, eles são cerca de 900 mil.

No Mato Grosso do Sul, centro-oeste do país, a situação territorial é dramática e provoca uma série de abusos de direitos humanos, que afetam principalmente os guarani e kaiowá.


Para contar um pouco sobre a situação dessas populações, o Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio) visitou a Reserva Indígena de Dourados e diversas aldeias do estado de Mato Grosso do Sul.


Foram mais de mil quilômetros percorridos durante cinco dias para a produção do documentário “Guarani e Kaiowá: Pelo direito de viver no Tekoha”



Fonte: ONU - Organização das Nações Unidas

Nenhum comentário:

Postar um comentário