terça-feira, 7 de agosto de 2012

Índios fecham a Ponte Ayrton Senna e reivindicam atenção do governo

Imprimir esta página
06/08/2012                00:10

Segundo a PRF, protesto começou às 8h desta segunda-feira (6).

Bloqueio provoca congestionamento dos dois lados da ponte, no PR e MS. Do G1 PR, com informações da RPC TV Cerca de 100 índios bloqueiam os dois sentidos da Ponte Ayrton Senna, que liga Guaíra, no oeste do Paraná, a Mundo Novo, no Mato Grosso do Sul, desde as 8h desta segunda-feira (6).

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a mobilização é para reivindicar a construção de escolas, melhorias para a saúde e nas condições de vida para os índios de três aldeias da região de Guaíra. “Todas as aldeias aqui precisam de educação e nós não temos apoio do governo, nós precisamos conversar com o procurador Dr. Richa. Nós queremos que ele venha aqui para conversar", disse o cacique Marceliano Lopes Cardoso.

Ainda segundo a PRF, o fechamento da ponte provoca congestionamento de 30 km do lado paranaense. Do lado de Mundo Novo (MS), há pelo menos 30 caminhões parados em cima da ponte e mais 6 km de fila contínua.

Às 12h, os manifestantes ainda continuavam a chegar ao local a pé e em bicicletas. Eles fecharam a ponte com galhos e não deixam ninguém passar. O estado do Paraná se comprometeu a construir escolas, que devem ficar prontas em três meses.

Para a Fundação Nacional do Índio (Funai) a maior dificuldade para atender as reivindicações é a falta da demarcação das terras indígenas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário