domingo, 26 de fevereiro de 2012

Professor e acadêmicos de jornalismo do Canadá são presos

Imprimir esta página

26/02/2012   09:17
Grupo estaria produzindo, sem autorização, reportagem em uma reserva indígena do município

 Elverson Cardozo

 Professor e três estudantes de jornalismo de uma universidade canadense foram presos na tarde desta sexta-feira (24). 
Sem autorização, o grupo estaria produzindo reportagem em uma reserva indígena da região. À polícia, o professor e os estudantes relataram que estava no Brasil desde o dia 18 de fevereiro. 

Eles já passaram pelos municípios de Amambaí e Rio Brilhante. No primeiro o tema da reportagem seria o desaparecimento do indígena Nízio Gomes, de 59 anos, líder de um acampamento na região. 

Já em Rio Brilhante o grupo pretendia retratar a luta dos índios e fazendeiros pelo reconhecimento de terras. Na superintendência da PF (Polícia Federal) em Dourados um funcionário da Funai (Fundação Nacional do Índio) de Brasília (DF) acompanhou o depoimento dos canadenses. 

 O professor foi identificado como Peter Klein, de 41 anos. Os estudantes são: Alekxandra Soga, 25 anos, Sam Eifling de 31 anos e Caljr Shan de 31. Todos já foram liberados, mas a Funai ainda não informou se eles terão autorização para continuar os trabalhos dentro da reserva indígena, como noticiou o site Dourados News.

Nenhum comentário:

Postar um comentário