sábado, 13 de agosto de 2011

Líderanças indígenas querem eleger um vereador índio na Câmara de Campo Grande

Imprimir essa página

Política

13/08/2011 12:31


Christiane Reis e Rodson Willyans

Várias lideranças indígenas reuniram-se na manhã deste sábado (13) na sede do Sindicato dos Ferroviários para definir possíveis pré-candidatos a vereador de Campo Grande, para ocupar pelo menos uma vaga das oito criadas na Casa de Leis, a partir das eleições e 2012.

Participaram da reunião lideranças ligadas a vários partidos, como PT, PPS e PMDB, entre outros.

A intenção é que os indígenas façam uma votação para identificar os líderes com mais chances e em seguida os nomes serão apresentados para os respectivos partidos para definirem em convenção. Eles querem apontar ao menos três nomes, independentemente do partido.

Segundo o integrante do Conselho dos Povos Indígenas, Oswaldo Gomes, também formado em Política Indígena na UnB, em Campo Grande existem cerca de 11.600 indígenas, ele acredita que há chances de um candidato índio ser eleito. “A proporção é que 60% dos eleitores desse candidato indígena sejam também índios e os 40% restantes seriam votos de brancos”, disse.

Ele informou ainda que em Mato Grosso do Sul, atualmente, oito índios ocupam cadeiras em Câmaras de Vereadores de municípios do Conesul e um está em Dois Irmãos do Buriti. “A lei não obriga o índio a votar, mas 99% dos indígenas o fazem para garantir benefícios do Governo Federal”, disse.



Nenhum comentário:

Postar um comentário